Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Alimentação e ganho de massa muscular

Para que haja a hipertrofia muscular, ou seja, ganho de massa magra é preciso, antes de tudo, haver um estímulo sobre as fibras musculares. Este estímulo será promovido pelo exercício físico frequente. A atividade esportiva mais favorável ao desenvolvimento de músculos é o exercício com pesos. A musculação hoje em dia é praticada por grande parte da população, mas muitas vezes os resultados obtidos não são os esperados. A chave pode ser a alimentação. Você pode acelerar este processo seguindo uma alimentação apropriada. É preciso haver o consumo de mais calorias e, estas devem estar em equilíbrio dentre todos os macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras).

Na prática clínica pude perceber que a grande maioria dos pacientes acredita que o consumo elevado de proteínas é fundamental para o ganho de massa muscular e não dão importância aos outros macronutrientes, mas a realidade é bem diferente. É preciso haver o consumo não apenas de proteínas, mas de uma combinação delas, gorduras boas e carboidratos de qualidade, em quantidades equilibradas,  de acordo com os objetivos e atividade esportiva praticada. O consumo de proteínas além da necessidade nutricional exigida não promove um maior ganho de massa muscular podendo acontecer até mesmo redução de peso.

E ainda, muitos imaginam que se deve evitar os carboidratos pois estes estão vinculados ao ganho de  gordura corporal, mas para haver aumento de massa muscular os carboidratos são tão importantes quanto as proteínas, daí comer alimentos ricos em carboidratos em momentos específicos do dia e em quantidade suficiente é muito importante para atingir bons resultados. Eles irão fornecer a energia necessária para que haja a hipertrofia muscular. Naturalmente, se não houver energia suficiente para a manutenção da musculatura, o paciente poderá sofrer catabolismo muscular, ou seja redução de massa.

Outra coisa muito importante é ter um aporte de água, vitaminas e minerais em quantidade suficiente. Á água é necessária para manter a hidratação do corpo. Com o aumento da massa corporal aumenta-se a necesidade de água para mantê-lo hidratado, já as vitaminas e minerais participam de reações do metabolismo, formam enzimas e muitos hormônios que atuam no processo de aumento muscular.

Para conseguir seus objetivos com tranquilidade, procure um profissional capaz de lhe informar suas necessidades nutricionais diárias e que possa auxiliá-lo no balanceamento de sua alimentação; monte um esquema de refeições em horários apropriados,  incluindo as específicas para o exercício (antes, durante e após atividade), de acordo com seu objetivo e esporte que pratica; planeje as refeições com antecedência para não dar um branco na hora programada para comer. Outra coisa boa é que francionando sua alimentação será mais fácil atingir o valor energético necessário e fornecer nutrientes durante todo o dia, facilitando o processo.

Muitas vezes, a alimentação ideal torna-se difícil devido a falta de tempo e correria da vida cotidiana. Nestes casos, é aconselhavel, aos que desejam aumentar a massa muscular, combinar a alimentação com o uso de alguns suplementos alimentares específicos como maltodextrina, wheyprotein, creatina e aminoácidos isolados. O uso destes produtos deve ser realizado com supervisão profissional para que não hajam excessos e uso inadequado. É sabido que o uso combinado de alguns suplementos favorece o ganho de massa muscular, já que a alimentação padrão pode fornecer nutrientes que, às vezes, dependendo do objetivo, não ser necessários, podem comprometer os resultados.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More